No Dia da Consciência Negra, cinco ídolos brasileiros que fortaleceram a minha paixão pelo esporte!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Barbosa: o goleiro da seleção brasileira na Copa de 1950, ensinou como o ser humano pode ser cruel por uma fatalidade. Ele morreu meio século depois com o peso de ter sido acusado de um erro que não era sua culpa. A derrota por 2 a 1 para o Uruguai, no Maracanã, na final do Mundial, foi atribuída a ele por causa do segundo gol do uruguaio Ghigghia. Barbosa fez história e foi multicampeão no Vasco da Gama, o primeiro clube a aceitar negros no clube. Ainda me emociono quando vejo uma entrevista dele, na década de 1990, sobre a tristeza que carregava como legado. “No Brasil, a pena máxima (de prisão) é de 30 anos, mas pago há 40 por um crime que não cometi”, disse emocionado. Barbosa mostrou como julgamentos e linchamentos públicos podem acabar com uma vida. Graças a Deus, ele não viveu a era das redes sociais. O considero um ídolo, pela força de sobreviver a tantos massacres em um país que não respeita as nossas próprias raízes.

Barbosa defende um chute de um jogador uruguaio na final de 1950
Barbosa defende um chute de um jogador uruguaio na final de 1950 GazetaPress

João do Paulo: um atleta inesquecível do salto e que me levava às alturas nas competições. João Carlos de Oliveira carregou por 41 anos o recorde mundial do salto triplo conquistado nos Jogos Pan-americanos da cidade do México, em 1975. João do Pulo é um dos maiores personagens da história do nosso atletismo. Ele conquistou duas medalhas de bronze, no salto triplo, em dois Jogos Olímpicos: Montreal (1976) e Moscou (1980). Em Jogos Pan-Americanos foram quatro medalhas de ouro: Cidade do México (1975), salto triplo e salto em distância, e San Juan (1979), salto triplo e salto em distância. João do Pulo virou minha referência no atletismo. Na infância, pratiquei a modalidade na escola. Quis o destino que a carreira do atleta fosse brutalmente interrompida aos 27 anos de idade. João do Pulo perdeu uma perna em um acidente automobilístico. Ele morreu em 1999 aos 45 anos.

João do Pulo foi homenageado em quadro
João do Pulo foi homenageado em quadro Divulgação

Marta: o que ela fez e faz pelo futebol feminino no Brasil mereceria todas as honrarias possíveis. A atacante Marta Vieira da Silva é uma craque dentro e fora de campo. A alagoana já foi escolhida como a melhor futebolista do mundo por seis vezes, sendo cinco de forma consecutiva. Um recorde não apenas entre mulheres, mas também entre homens. Vencer em um país preconceituoso, onde futebol não era coisa de menina, faz dela uma mulher gigante. Marta, a Rainha do futebol, é sem dúvida um ídolo que presto todas as reverências e está no meu álbum das grandes personalidades da história do esporte.

Atacante brasileira Marta durante premiação da Fifa
Atacante brasileira Marta durante premiação da Fifa EFE

Gérson: um craque do basquete! Gérson Victalino era o representante negro na histórica vitória brasileira contra os Estados Unidos nos Jogos Pan-Americanos em 1987. Na competição, o pivô fez 62 pontos e foi um dos personagens fundamentais para o ouro mais importante da história do nosso basquete. Gérson estreou na seleção com 20 anos e esteve em três Olimpíadas: Los Angeles 1984, Seul 1988 e Barcelona 1992. Gérson é o maior recordista de jogos pelo Brasil com 63 partidas. Além do ouro em 1987, faturou a medalha de prata no Pan de 1983. Na minha adolescência, não perdia um único jogo do timaço brasileiro e Gérson era um dos meus ídolos. O atleta mineiro morreu em abril aos 60 anos.

Gérson em ação pela seleção brasileira
Gérson em ação pela seleção brasileira Gazeta Press

Janeth: outro talento do basquete brasileiro está entre os meus ídolos. Janeth Arcain era uma craque das quadras. Ela fez história ao lado da dupla Hortência e Paula. Como ala-armadora, ela fazia um estrago nos adversários e jogava muito. Com garra e energia, Janeth foi campeã Mundial na Austrália, em 1994, e vencedora de duas medalhas olímpicas: prata (Atlanta, 1996) e bronze (Sidney, 2000). Em Pan-Americanos, conquistou mais três medalhas: ouro (Havana, 1991), prata (Indianápolis, 1987 e Rio de Janeiro 2007). Janeth é a terceira maior pontuadora da história da seleção, tendo anotado 2.247 pontos em 138 jogos oficiais, média de 16,3 pontos por jogo. A cada cesta dela vibrava com a maior emoção que o esporte nos proporciona.

Janeth se destacou na seleção brasileira e na WNBA
Janeth se destacou na seleção brasileira e na WNBA Getty

Fonte: Carlos Sartori

Comentários

No Dia da Consciência Negra, cinco ídolos brasileiros que fortaleceram a minha paixão pelo esporte!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Palmeiras é o time mais sortudo do Brasil!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O Palmeiras conquistou uma vitória tranquila no duelo de ida das oitavas de final da Libertadores nesta noite de quarta-feira (25), no Equador: 3 a 1 sobre a zebra Delfín.

Foi o 34º triunfo do Verdão fora do país, recorde entre os clubes brasileiros na história da Libertadores. O Palmeiras também igualou o Grêmio em número de vitórias na competição (104).

O placar poderia ter sido mais elástico se o atacante Rony não tivesse perdido um gol cara a cara com o goleiro equatoriano.

Mesmo assim, o jogador do Verdão fez um gol, em cobrança de pênalti, e foi eleito o melhor em campo. Gabriel Menino e Zé Rafael Menino fizeram os outros do triunfo.

O gol sofrido pelo Palmeiras saiu de um escanteio e Ramires fez contra.

Rony foi eleito o melhor em campo pela Conmebol
Rony foi eleito o melhor em campo pela Conmebol Cesar Greco

O Palmeiras foi uma equipe aplicada e jogou para o gasto. Uma time com sorte de campeão!

Mesmo com 16 desfalques, 12 jogadores com Covid-19 , três se recuperando de cirurgia e um de lesão na coxa esquerda, o técnico Abel Ferreira conseguiu montar um time competitivo. 

Dos 40 jogadores inscritos, 29 eram da base. Essa tem sido a salvação do Palmeiras nessa temporada. Um time com leque de opções entre jogadores experientes e jovens.

Desde a chegada do treinador português, o Palmeiras é outro time. Os jogadores têm mais vontade e na vitória contra o Delfín, na estreia do técnico na Libertadores, até o criticado Lucas Lima foi um dos melhores em campo. Ramires. Patrick de Paula e Zé Rafael também jogaram bem.

Os números de Abel Ferreira mostram o crescimento. Em sete jogos, cinco vitórias, um empate e uma derrota. O time marcou 12 gols e sofreu quatro. Além de ter encaminhado a classificação às quartas de final da Libertadores, está na semifinal da Copa do Brasil e a cinco pontos do líder do Campeonato Brasileiro.

Jogadores de Palmeiras e Delfín respeitam um minuto de silêncio em homenagem a Diego Maradona


Na Libertadores, o Palmeiras poderá empatar ou até perder por um gol de diferença que estará classificado.

O Delfín precisará de três gols de vantagem, ou dois, desde que vença por placar superior a 4 a 2, para avançar no tempo normal, já que os gols marcados fora de casa são critério de desempate. Vitória dos equatorianos por 3 a 1 levará a decisão para os pênaltis.

O time brasileiro só não avança à próxima fase se acontecer uma tragédia na próxima quarta-feira (2 de dezembro).

Com a sorte que o Verdão está, é mais fácil aplicar uma goleada histórica no time equatoriano.

O caminho para o bi da Libertadores tem sido tranquilo para o Palmeiras!

Desfalques:
- Felipe Melo: cirurgia no tornozelo esquerdo
- Wesley: cirurgia no joelho esquerdo
- Luan Silva: cirurgia no joelho esquerdo
- Luiz Adriano: lesão na coxa esquerda
- Luan: COVID-19
- Viña: COVID-19
- Jailson: COVID-19
- Vinicius: COVID-19
- Alan Empereur: COVID-19
- Gustavo Scarpa: COVID-19
- Gabriel Veron: COVID-19
- Kuscevic: COVID-19
- Breno Lopes: COVID-19
- Raphael Veiga: COVID-19
- Willian: COVID-19
- Aníbal: COVID-19

   

Comentários

Palmeiras é o time mais sortudo do Brasil!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Cruzeiro segue sangrando fora de campo: salários atrasados e descoberta de ‘monopólio’ de ex-dirigente na base

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O Cruzeiro resgatou a autoestima dentro de campo com Felipão no comando e está há nove jogos invicto na Série B, a 9 pontos do primeiro time do G4. Mas os bastidores continuam conturbados  com a falta de dinheiro e as péssimas gestões anteriores.

Segundo apurou o blog, a Raposa não paga salários aos jogadores há dois meses. Motivo: pendências com multas na Fifa e as rescisões contratuais com ex-técnicos.

E uma bomba pode explodir há qualquer momento. O clube iniciou reformas nas categorias de base e descobriu que um ex-dirigente poderoso possui em mãos procurações de 60 jovens atletas. O Blog não teve acesso ao nome do cartola.

Cruzeiro não perde desde a chegada de Felipão
Cruzeiro não perde desde a chegada de Felipão Igor Sales/Cruzeiro

O blog entrou em contato com assessoria  de imprensa do clube e dirigentes, mas não obteve qualquer resposta até a publicação deste texto. Nesta quinta-feira (26), às 12h19, a assessoria do clube enviou resposta sobre as informações apuradas. (leia abaixo na íntegra)

Também nesta quinta, Bruno Vicintin, vice-presidente de futebol do Cruzeiro na gestão Gilvan de Pinho Tavares, de 2012 a 2017, publicou no stories do seu Instagram pessoal essa matéria e colocou a relação de jogadores do Cruzeiro agenciados pela Dunkirk Sports, empresa criada por ele como fundo de investimento. 

Na lista estariam 10 jogadores: seis atletas da base e quatro do time profissional. São mais de 120 jogadores, de vários clubes, agenciados pelo ex-cartola, desde que saiu do Cruzeiro.

[]

Tudo que os jogadores precisam agora é receber em dia e ter tranquilidade para fazerem o seu papel em campo. Só assim, eles conseguirão colocar o Cruzeiro no seu devido lugar, que é a elite do futebol nacional.

E, com isto, fazerem a torcida voltar a sorrir. Melhor se for com a certeza de que a gestão será transparente sem desvios de dinheiro e com dirigentes mais honestos.

Esse é o futebol que queremos ver.

Cruzeiro vence Chapecoense, e Marcelo Moreno elogia Felipão: 'O grupo tem se dedicado muito desde a chegada dele'



Resposta oficial do Cruzeiro

O Cruzeiro informa que está com uma folha administrativa e uma folha e meia do futebol profissional masculino em aberto. No entanto, não há qualquer relação com pagamentos de multas na Fifa ou com as rescisões de ex-treinadores. Quase todos os grandes clubes do futebol brasileiro têm enfrentado problemas de atraso de salários, principalmente devido ao cenário de pandemia. Inclusive, muitos outros times devem mais folhas do que o próprio Cruzeiro, que já vinha passando por grave crise pré-pandemia, fruto especialmente de uma administração desastrosa e criminosa que assolou o Clube nos últimos anos. Por outro lado, a diretoria tem consciência de que pagar salários é obrigação e não tem medido esforços para colocar as pendências com seus colaboradores em dia.

Em relação ao outro assunto citado na matéria, o Cruzeiro desconhece que haja qualquer empresário ou agente com 60 jogadores nas categorias de base do Clube.


Comentários

Cruzeiro segue sangrando fora de campo: salários atrasados e descoberta de ‘monopólio’ de ex-dirigente na base

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Se Felipão levar o Cruzeiro de volta à Série A, eu perdoo o 7 a 1! E ele é capaz!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Jamais menospreze o técnico Luiz Felipe Scolari. Aos 72 anos, o gaúcho é corajoso e duro na queda. Aceitou comandar o Cruzeiro no pior momento da história do gigante mineiro. 

A missão era quase impossível: recuperar o time azul para evitar o rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro, a terceirona. O que seria uma catástrofe.  

Felipão chegou e aos poucos foi ajeitando a casa mineira a sua maneira. Ele deu aval para a chegada do veterano Rafael Sobis como reforço até dezembro. E no segundo jogo do atacante, na Série B, um gol salvador para seguir com os planos do mestre. 

Sobis fez o gol solitário do time azul na vitória por 1 a 0 contra a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó, líder da Série B, nesta terça (24). 

Mais do que isso, a bola na rede em cobrança de falta do atacante foi o primeiro dele após o retorno e o 25° em sua segunda passagem pelo Cruzeiro. 

Com essa vitória, a Raposa chegou ao nono jogo de invencibilidade e ainda não perdeu na segundona sob o comando de Felipão. 

Felipão está há nove jogos invicto no Cruzeiro
Felipão está há nove jogos invicto no Cruzeiro Igor Sales /Cruzeiro

O time azul mudou de comportamento, desde a  chegada do experiente treinador, e mostrou força ao encerrar a sequência de 19 jogos sem perder da Chapecoense. Isso vai dar moral e respeito ao Cruzeiro. 

Méritos para Felipão um dia após seu nome ser indicado ao prêmio de melhor treinador do século XXI pela Globe Soccer Awards. 

O anúncio do vencedor será divulgado em cerimônia no dia 27 de dezembro, em Dubai. Dos dez técnicos escolhidos, Scolari é o único sul-americano da lista. 

Curioso que o título mais importante de Felipão, o pentacampeonato com a seleção brasileira, em 2002, foi conquistado dois anos depois dele ter saído do Cruzeiro em 2000. 

Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro, seleção portuguesa, Chelsea, Uzbequistão, China, títulos, 27 no total. 

Reconheço todas as conquistas de Felipão e torço por ele. Gosto do seu jeito bruto, de paizão, sem paciência, no chato e repetitivo universo do futebol. 

Eu não aguentaria as exaustivas coletivas de imprensa que muitas vezes não acrescentam em nada. 

O que ele tem feito no Cruzeiro é prova de que a sua metodologia funciona e faz um time dar a volta por cima. 

Hoje, o time azul é o 15° na tabela com 28 pontos em 23 jogos. Serão 39 partidas até o fim. 

O Cruzeiro está distante oito pontos do primeiro clube na zona de rebaixamento, o Náutico, em 17° com 20 pontos e um jogo a menos (22). O time pernambucano entra em campo nesta quarta (25). 

Mas podemos olhar para o alto e ver que o céu é o limite para Felipão. O quarto colocado é o Juventude com 37 pontos e 23 jogos. Uma diferença de apenas nove pontos para o Cruzeiro. 

Com 16 rodadas em jogo, e sabendo de tudo o que Felipão é capaz, acredito no retorno do Cruzeiro à Série A do Brasileirão. 

Caso isso aconteça, prometo que vou perdoar o 7 a 1 para a Alemanha, na Copa de 2014, no Mineirão, na cidade onde Felipão vive hoje. 

Como Felipão, sou teimoso! E ainda não engoli a escalação e atuação do time naquela partida. Todos têm um dia ruim, o meu foi o 8 de julho de 2014. Mas perdoar é preciso e faz bem. Me ajuda, Felipão! 

Principais Competições na Carreira
Copa do Mundo
Participações: 3
Título: 2002
Jogos: 21
Vitórias: 14
Empates: 3
Derrotas: 4

Campeonato Brasileiro Série A
Participações: 18
Títulos: campeão em 1996 e 2018, vice em 1997
Jogos: 387
Vitórias: 160
Empates: 117
Derrotas: 110

Copa do Brasil
Participações: 13
Títulos: 1991, 1994, 1998 e 2012
Jogos: 92
Vitórias: 54
Empates: 25
Derrotas: 13

Libertadores
Participações: 7
Títulos: 1995 e 1999
Chegou a três finais, duas semifinais e duas 4as de final
Jogos: 74
Vitórias: 42
Empates: 15
Derrotas: 17
OBS: 11º técnico com mais jogos na Libertadores

Comentários

Se Felipão levar o Cruzeiro de volta à Série A, eu perdoo o 7 a 1! E ele é capaz!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Árbitro é destaque no empate nervoso e positivo para o Flamengo contra o Racing em dia de Gabigol histórico

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Chuva e nervos à flor da pele no estádio Presidente Perón, "El Cilindro", em Avellaneda, na Grande Buenos Aires. no duelo de ida das oitavas entre o raçudo Racing e o irreconhecível Flamengo. O placar de 1 a 1 saiu de bom tamanho para o time brasileiro que agora joga por um empate sem gols ou qualquer vitória para avançar às quartas de final.

A estreia de Rogério Ceni como técnico na Libertadores começou esquisita antes do início da partida. O lateral-direito Isla virou desfalque no aquecimento. O chileno sentiu dores na posterior da coxa esquerda e Renê foi improvisado. 

Em jogo de 3 gols anulados, Flamengo busca empate com Racing na Argentina pela Libertadores; veja os melhores momentos


Em 17 minutos o jogo foi decidido. O desfalcado Racing mostrou como em Libertadores não existe crise e abriu o placar, aos 12 minutos, com um belo gol em jogada de velocidade pela direita. Fabricio Domínguez cruzou para Fértoli aparecer livre E tocar por baixo de Diego Alves. O goleiro falhou no lance, a defesa era possível.

O Flamengo respondeu rápido, dois minutos depois, com a dupla de ataque. Bruno Henrique, eleito o melhor em campo pela Conmebol, ganhou em velocidade pela esquerda e lançou para Gabigol empatar. O artilheiro não atuava há 10 dias e segue fazendo história. Com 11 gols na Libertadores, o centroavante ultrapassou Renato Gaúcho e Tita, ambos com 10 bolas nas redes, como os maiores artilheiros do Flamengo na maior competição da América do Sul.

Gabigol é o segundo maior artilheiro do Flamengo na Libertadores
Gabigol é o segundo maior artilheiro do Flamengo na Libertadores Alexandre Vidal / Flamengo

O atual campeão foi superior na Argentina, mas quem roubou à cena foi o árbitro da partida, o venezuelano Alexis Herrera.

Ele mandou no jogo e teve boa atuação, mesmo com três gols anulados e a expulsão de Thuler após revisão do VAR. O zagueiro entrou de carrinho em um lance perigoso e recebeu o cartão vermelho. Isso desmontou o esquema do Flamengo que precisou recuar e tomou pressão. E para piorar, o zagueiro Natan que estava no banco também foi expulso por reclamação.

No gol de Arrascaeta, o VAR deu impedimento de Vitinho no início da jogada. 

O Racing teve dois gols anulados. O árbitro de vídeo apontou falta de Mena em gol de Lisandro López. Depois, impedimento em uma cobrança de falta que terminou na finalização de Reniero.

Os dois técnicos, Beccacece e Ceni, massacraram o árbitro venezuelano após a partida. Como se o futebol truncado proporcionado pelas duas equipes fossem culpa dele. 

Cansado, Gabigol foi substituído por Vitinho e o jogador deu uma nova dinâmica ao time rubro-negro.

O resultado não foi ruim para o Flamengo. Aquele time campeão não é mais o mesmo e vai precisar de tempo para se acertar.

O duelo de volta será na próxima terça-feira (1º de dezembro), no Maracanã. 

O time brasileiro se classifica em caso de vitória ou empate sem gols. Os argentinos avançam com um triunfo simples ou empate por dois gols ou mais.


Comentários

Árbitro é destaque no empate nervoso e positivo para o Flamengo contra o Racing em dia de Gabigol histórico

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Libertadores: tricampeão Santos mostra gigantismo com bela atuação de dupla de ataque e goleiro John

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Quem tem Marinho e Soteldo no time pode brigar por resultados dentro e fora de casa. E na fase de mata-mata da Libertadores não tem jogo fácil, ainda mais em confronto de campeões. Nesta terça (24), o Santos visitou a LDU, no estádio Casa Blanca, na altitude de Quito, no Equador. 

Marinho, artilheiro do Santos na temporada, acertou um míssil logo no primeiro minuto de jogo contra os equatorianos. O goleiro Gabbarini fez uma defesa espetacular. 

Sete minutos depois, o lateral Pará, campeão da Libertadores em 2011 pelo Santos, fez boa jogada na linha de fundo e deu uma assistência perfeita para o pequeno camisa 10 Soteldo receber livre e fazer um belo gol. Foi o primeiro dele na competição sul-americana. 

O Santos soube se posicionar em campo e com inteligência segurava a pressão da LDU, mesmo com menor número de posse bola. 

Até os 45 minutos de jogo, o destaque na primeira etapa era o goleiro santista John, em seu primeiro jogo pela Libertadores. O jogador de 24 anos teve trabalho com o lateral-direito Perlaza, o melhor do time equatoriano. Foram três defesas importantes em 10 minutos de jogo (17´, 20´ e 27´).

O técnico Marcelo Fernandes percebeu que o time estava aberto no lado direito, sacou Jean Mota e colocou Wagner Leonardo. Mota não gostou da substituição.

No primeiro minuto de acréscimo, o Santos pagou um preço alto por correr muito na altitude e tomou o gol fatal.

A zaga da LDU afastou a cobrança de falta de Soteldo e Billy Arce puxou um contra-ataque fatal do seu campo. Ele cortou Diego Pituca e chutou para John fazer outra bela defesa, porém, no rebote, Marinho e Pituca deixaram Jhojan Julio empatar de cabeça. O terceiro gol dele na Libertadores em cinco jogos.

Um a um, placar do primeiro tempo.

O Santos voltou com a defesa arrumada e a mesma intensidade do início do primeiro tempo. Aos dois minutos Marinho obrigou o goleiro da LDU a fazer grande defesa.

E Soteldo quase fez um gol olímpico aos nove minutos.

Marinho artilheiro isolado do Santos na temporada
Marinho artilheiro isolado do Santos na temporada Twitter Conmebol Libertadores

E ele, Marinho, o homem-gol do Santos, fez o segundo do Santos na partida. O artilheiro do Peixe fez a jogada individual e foi derrubado na área. Ele mesmo cobrou a penalidade. O 18º gol do atacante na temporada.  

O Santos foi inteligente, se fechou e diminuiu o ritmo, enquanto o goleiro John seguia fazendo grandes defesas.

Soteldo e Marinho cansaram e foram substituídos nos minutos finais, mas já tinham feito o que se esperava deles: os gols salvadores. 

Uma partida quase perfeita de um time que tem garra e sabe superar qualquer adversidade: altitude, desfalques, cinco jogadores com Covid-19 e sem técnico.

A 27ª vitória na história da Libertadores, fora de casa, foi gigante. O triunfo teve bela atuação do excelente goleiro John, em seu quarto jogo como profissional, do lateral Pará e da dupla de ataque Soteldo e Marinho. 

Com gols de Soteldo e Marinho, Santos bate LDU na altitude na ida das oitavas da Libertadores; veja



O Santos largou na frente no duelo das oitavas de final da Libertadores e tem futuro em busca do tetra.

A vaga poderá ser garantida na Vila Belmiro, na próxima terça-feira (1º de dezembro).

O tricampeão da Libertadores poderá perder até perder por 1 a 0, por causa do critério de gols marcados fora de casa, para avançar às quartas de final e aguardar o vencedor de Grêmio ou Guarani, do Paraguai.

A LDU terá de vencer por dois ou mais gols de diferença, ou por um gol de diferença com placares acima de 3 a 2. 

Triunfo dos equatorianos por 2 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Marinho, com o gol decisivo, foi eleito o melhor em campo em votação feita pela Conmebol.

O camisa 11 mereceu!

Comentários

Libertadores: tricampeão Santos mostra gigantismo com bela atuação de dupla de ataque e goleiro John

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Rogério Ceni busca façanha de Jorge Jesus e recorde de Renato Gaúcho na Libertadores!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A carreira de Rogério Ceni como treinador é curta e badalada. O motivo é simples, o ex-goleiro carrega uma trajetória vitoriosa e de respeito.

Ele coleciona números gigantes e a experiência de poucos, mas de quando ainda era jogador. Ele é o atleta com mais vitórias na história da Conmebol Libertadores (1960-2020): 51 triunfos. 

Nesta terça-feira (24), Ceni fará sua estreia como técnico na competição mais importante das Américas, comandando o Flamengo contra o Racing, no duelo de ida das oitavas de final, em Buenos Aires, na Argentina.

Rogério Ceni estreia na Libertadores como técnico contra o Racing
Rogério Ceni estreia na Libertadores como técnico contra o Racing Alexandre Vidal / Flamengo

Será o quinto jogo dele no comando do atual campeão da Libertadores e o peso é grande. Rogério Ceni terá sete jogos para repetir o feito do treinador português Jorge Jesus.

Em quatro jogos dirigindo o time rubro-negro, o novo técnico perdeu duas vezes para o São Paulo e acabou eliminado da Copa do Brasil ainda nas quartas de final: 2 a 1, no Maracanã, e 3 a 0, no Morumbi. Pelo Brasileirão, um empate em 1 a 1 com o Atlético-GO e vitória diante do Coritiba por 3 a 1.  

Aos 47 anos, o ex-goleiro que defendeu apenas um clube na carreira como jogador por 25 anos, o São Paulo, de 1990 a 2015, comandou quatro clubes como técnico: o próprio São Paulo e mais Fortaleza, Cruzeiro e agora o Flamengo. 

Rogério Ceni conquistou vários recordes pelo São Paulo: maior goleiro-artilheiro do futebol mundial (131 gols), mais vezes capitão de uma mesma equipe (982) e mais vitórias por um mesmo clube (601). 

Números impressionantes e que ficaram no passado, no currículo do profissional. Agora o foco de Ceni é outro. Ele pretende fazer história como técnico e se possível com o Flamengo. 

Leandro Quesada ressalta importância do ataque do Flamengo e exalta: 'É o quarteto fantástico'

O duelo contra o Racing, nesta terça, será o primeiro como treinador, mas Ceni tem experiência de sobra sobra na competição. Ele conquistou dois títulos da Libertadores como jogador (1993 e 2005).

Se repetir a façanha de Jorge Jesus, e conquistar o tri para o Flamengo, Rogério Ceni igualará o recorde de outro técnico brasileiro: Renato Gaúcho. 

O treinador do Grêmio foi campeão como atleta em 1983 e como técnico 2017, ambos pelo Grêmio. Apenas oito conseguiram esse feito. Renato é o único brasileiro. 

Mas para conquistar esse objetivo, Ceni terá seis jogos até à grande final no dia 30 de janeiro de 2021, no estádio do Maracanã. 

O sétimo duelo será o mais sonhado na carreira do novo técnico do clube de maior torcida do Brasil. 


Comentários

Rogério Ceni busca façanha de Jorge Jesus e recorde de Renato Gaúcho na Libertadores!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

23 de novembro mágico para o Flamengo na Libertadores!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Pra quem acha que dois raios não caem no mesmo lugar, o Flamengo provou que isso é possível e no mesmo dia.  

Há exatos 39 anos, no dia 23 de novembro de 1981, no Uruguai, o super Flamengo de Zico e companhia vencia o chileno Cobreloa por 2 a 0 e conquistava pela primeira vez a taça da Libertadores. 

A decisão foi disputada em melhor de três e no desempate final, o camisa 10 e maior ídolo Zico fez os dois gols do título inédito. 

E a história se repetiu há exato um ano, na primeira final decidida em jogo único, em Lima, no Peru. 

No dia 23 de novembro de 2019, o Flamengo perdia para o River Plate por 1 a 0






E um herói apareceu para, em apenas três minutos, repetir o feito de Zico, e marcar os dois gols do triunfo: o camisa 9 Gabigol. 

Uma vitória de virada, aos 91 minutos, e inesquecível para a história do clube rubro-negro. 

Zico e Gabigol carregam a magia do dia 23 de novembro para o Flamengo bicampeão da Libertadores! 

Gabigol autor dos dois gols do bicampeonato do Flamengo na Libertadores
Gabigol autor dos dois gols do bicampeonato do Flamengo na Libertadores Alexandre Vidal / Flamengo

Há quem defenda que a data marca os dias mais especiais nos 125 anos de história do clube!

Fonte: Carlos Satori

Comentários

23 de novembro mágico para o Flamengo na Libertadores!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Furacão 100%: Athletico-PR lidera 2º turno do Brasileirão! Veja os números!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Coisas do futebol. O Athletico-PR que já foi líder nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, sob o comando de Dorival Júnior, e depois flertou com a zona de rebaixamento, agora lidera o segundo turno do Brasileirão.

Com quatro vitórias seguidas, o Furacão soma 28 pontos e ocupa a nona posição. Na primeira rodada do 2º turno, a 20ª, bateu o Fortaleza por 2 a 1, na Arena da Baixada. Gols de Carlos Eduardo e Renato Kayzer.

Na 21ª rodada, venceu o Goiás, na Serrinha, em Goiânia, por 1 a 0. Gol de Renato Kayzer. Esse triunfo tirou o Athletico-PR da zona de rebaixamento.

Neste sábado (21), na Arena da Baixada, venceu novamente por 1 a 0, desta vez contra o Santos, pela 22ª rodada. Gol de Thiago Heleno. 

Thiago Heleno comemora gol na vitória contra o Santos por 1 a 0
Thiago Heleno comemora gol na vitória contra o Santos por 1 a 0 Twitter Athletico-PR

O Athletico-PR é a única equipe com três vitórias no 2º turno e com isso se afastou do Z-4.

O Furacão somou nove pontos e quatro equipes chegaram aos sete: Atlético-MG, Bragantino, Grêmio e São Paulo.

A vitória sobre o líder Galo, em jogo adiado válido pela 6ª rodada, no dia 18, da semana passada, por 2 a 0, em pleno Mineirão, deu um fôlego ao time de Paulo Autuori. Gols de Nikão e Christian.

A boa fase chegou em um bom momento. O time volta a campo na terça-feira (24) para enfrentar o River Plate, na Arena da Baixada, às 19h15, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores. 

Como bem definiu o comandante do Furacão, a hora é vencer e não deixar jogadores de fora do time.

"Nesse momento, não podemos nos dar ao luxo (poupar). Temos que seguir fortes na recuperação no Campeonato Brasileiro e vamos enfrentar uma das equipes mais competitivas da América do Sul, que é o River", disse Autuori.

Com gol de Thiago Heleno no fim, Athletico-PR bate Santos; veja

Pelo Brasileirão, enfrenta o Palmeiras, sexto colocado com 34 pontos, sábado (28), em São Paulo, no Allianz Parque.

O Furacão sobe a ladeira!


Comentários

Furacão 100%: Athletico-PR lidera 2º turno do Brasileirão! Veja os números!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

22ª rodada Brasileirão: briga quente no G-4! Só vice Fla vence, Galo segue líder, Inter despenca e São Paulo tem trunfo poderoso!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Na 22ª rodada do Brasileirão, os quatro melhores times do campeonato seguem no G-4, mas em posições diferentes. 

Somados apenas os pontos do segundo turno, o líder Atlético-MG e o São Paulo somam sete pontos em três jogos. Flamengo quatro e Internacional apenas um.

O Inter, time que mais liderou, despencou duas posições ao perder para o Fluminense de Odair Hellmann, em pleno Beira-Rio, por 2 a 1, e agora é o quarto colocado. 

Nos últimos cinco jogos, o colorado não conquistou nenhuma vitória. Foram três derrotas e dois empates. 

Nos dois últimos jogos, o time de Abel Braga foi derrotado e agora vê o tricolor carioca colado com apenas um ponto de diferença (36 a 35). 

No próximo sábado (28), o Inter enfrentará o Atlético-GO, fora de casa, mas antes terá o perigoso Boca Juniors, da Argentina, pela Libertadores, na quarta-feira (25), no Beira-Rio. 

Gol olímpico do Fluminense! Lucca cobra escanteio direto e Marcelo Lomba não acha nada



O São Paulo, invicto há 12 jogos, empatou em casa com o Vasco, em 1 a 1, e se manteve na terceira posição. A vantagem do tricolor paulista é que o time de Fernando Diniz tem três jogos a menos adiados, 19 de 22, para buscar mais nove pontos. 

E na quarta-feira, o tricolor irá em busca desses pontos para buscar a ponta da tabela. O adversário será o Ceará, no Castelão, em partida adiada da 16ª rodada. 

Nos últimos cinco jogos, foram três vitórias e dois empates para o São Paulo. O único clube entre os quatro primeiros colocados que não perdeu. 

Outro número importante. O tricolor tem a melhor defesa do campeonato com 18 gols sofridos e o melhor saldo de gols (12). Supera o Galo e o Inter com 11. 

Luciano e Cano marcam, e São Paulo e Vasco ficam no empate no Morumbi



O Flamengo foi o único do G-4 que venceu na rodada. O rubro-negro bateu o Coritiba por 3 a 1, sábado (21), no Maracanã, e subiu duas posições na tabela. 

O time de Rogério Ceni é o vice-líder empatado em números de pontos com o líder Atlético-MG (39), mas perde em vitórias (12 a 11), primeiro critério de desempate do campeonato. 

Com uma vitória e um empate sob o comando de Ceni no Brasileirão, o Flamengo fará uma pausa no no campeonato. Só retornará no dia 5 de dezembro, contra o Botafogo, no Maracanã, pela 24ª rodada. O confronto contra o Grêmio, pela 23ª jornada, foi adiado por causa do duelo contra o Racing, terça (24), pela Libertadores.

Keno chegou aos 10 gols no empate do líder Galo contra o Ceará
Keno chegou aos 10 gols no empate do líder Galo contra o Ceará Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

O Galo, do técnico argentino Jorge Sampaoli, tem também o melhor ataque da competição com 39 gols marcados. 

Em primeiro lugar na tabela, o Atlético-MG empatou com o Ceará em 2 a 2, fora de casa. Esse foi o terceiro empate do líder que é o time que mais perdeu entre os quatro primeiros: sete derrotas. 

Na 23ª rodada, o Galo enfrentará o Botafogo, quarta-feira (25), no Mineirão, para defender a liderança do Brasileirão. 

A cada rodada, o G-4 tem sido um dos destaques do Brasileirão. Atlético-MG, Flamengo, São Paulo e Inter se posicionam como os melhores do campeonato, mas a tabela tem sofrido mudanças. Quem vacilar, ficará de fora! 


Comentários

22ª rodada Brasileirão: briga quente no G-4! Só vice Fla vence, Galo segue líder, Inter despenca e São Paulo tem trunfo poderoso!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Palmeiras sofre gol dolorido em meio à pandemia de coronavírus! Agora é juntar os cacos para a Libertadores!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Tomar um golaço de fora da área, aos 47 minutos do segundo tempo, destrói qualquer estratégia para ganhar um ponto fora de casa em uma situação adversa.

O Palmeiras foi derrotado pelo Goiás, pior time do Brasileiro, por 1 a 0, na Serrinha, em Goiânia, com gol de Miguel Figueira. O time esmeraldino não vencia havia há 11 partidas. 

Sem 21 jogadores do elenco, 17 com Covid-19, um suspenso e três contundidos, a solução do técnico Abel Ferreira foi apelar por garotos da base.

Como tem acontecido nos últimos jogos, o comandante português convocou pela primeira vez dois jovens atletas: o lateral Vanderlan e o atacante Fabrício.  

Além dos novatos, Mateus, Leandro, Helder, Juninho, Vitinho (terceira vez) e Marcelinho (quarta vez), fizeram parte dos relacionados.

A boa notícia foi o retorno de Gabriel Menino recuperado de Covid-19. Ele começou no banco e entrou na segunda etapa.

Weverton em ação na derrota do Palmeiras para o Goiás
Weverton em ação na derrota do Palmeiras para o Goiás Cesar Greco

A derrota encerrou a invencibilidade do Verdão de oito jogos no Brasileirão. O time alviverde segue em quinto na tabela e pode perder mais duas posições neste domingo. 

Abel Ferreira escalou um time com três zagueiros Emerson Santos, Gustavo Gómez e Renan. Marcos Rocha e Mayke de alas. Ramires, Patrick de Paula e Lucas Lima no meio-campo e Luiz Adriano e Marcelinho, a dupla de ataque. Quem olhasse a lista dos reservas reconheceria apenas um ou dois jogadores relacionados.

E para piorar a situação do Palmeiras, mais uma vez  o goleador da temporada, Luiz Adriano, saiu lesionado ainda no primeiro tempo.

E o lateral Mayke, improvisado na lateral-esquerda, foi expulso antes do intervalo por entrada violenta no tornozelo de Taylon após revisão do VAR.

Um jogo para o Palmeiras esquecer.

Agora é juntar os cacos para o duelo de ida das oitavas de final da Libertadores contra a zebra Delfin, no Equador, quarta-feira (25), com transmissão do FOX Sports, a partir das 21h.

Em três disputas na temporada, Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores, só a Covid-19 poderá arruinar o futuro do campeão Paulista.

E ao que tudo indica, ela começou a atacar neste sábado.

Gian diz que não existe como avaliar o Palmeiras após derrota para o Goiás: 'Abel não tinha margem para escolha'

Comentários

Palmeiras sofre gol dolorido em meio à pandemia de coronavírus! Agora é juntar os cacos para a Libertadores!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Ceni vence primeira no Flamengo e pede cautela com fase ruim do Racing: “É um time argentino, jogando Libertadores, na Argentina. É muito difícil”.

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Rogério Ceni terá uma boa noite de sono com a primeira primeira vitória como técnico do Flamengo. Neste sábado (21), o rubro-negro bateu o Coritiba, no Maracanã, por 3 a 1. Gols de Bruno Henrique, De Arrascaeta e Renê. Matheus, filho do ex-atacante Bebeto, fez o do Coxa. 

O time rubro-negro finalizou 23 vezes ao gol do Coritiba e poderia ter goleado, só que tomou um gol nos acréscimos, aos 47 minutos. Os gols do Fla não saíram por "pequenos detalhes", como definiu Ceni, mas o clube carioca precisa treinar mais a pontaria. 

Segundo análises do @SofaScoreBR, o Flamengo perdeu 12 grandes chances de gol contra o Coritiba. Foi a maior marca em um jogo do Campeonato Brasileiro na base de dados dos especialistas, desde 2016, entre 337 partidas registradas pelo clube.

O próprio Rogério disse que abriu mão de um trabalho mais específico com os atacantes por falta de tempo e intensificou o trabalho com a defesa. O setor é um problema sério que precisa ser resolvido com urgência, ainda mais para o mata-mata da Libertadores, na próxima terça (24), em Buenos Aires. 

No Brasileirão, o rubro-negro assumiu a liderança temporária. Um ponto a mais do que o Atlético-MG (39 a 38) e um jogo a mais (22 a 21). O Galo só entra em campo neste domingo (22), contra o Ceará, na Arena Castelão. 

Rogério Ceni conquista primeira vitória no comando do Flamengo
Rogério Ceni conquista primeira vitória no comando do Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo

Na competição sul-americana qualquer erro pode ser fatal. O Racing, adversário nas oitavas de final, perdeu os quatro últimos jogos, mas merece respeito e é um clube campeão da Libertadores. Rogério Ceni conhece o adversário e o jovem treinador do time argentino, o ex-lateral Sebastián Beccacece. 

“Eu conheço muito o Beccacece, pois já enfrentei duas vezes ele e sei o jeito, a maneira que ele arma o time, como ele gosta de jogar. É um ótimo time. Não adiante a gente ficar aqui se iludindo com os quatro últimos resultados, porque até nós nos últimos quatro resultados tivemos uma vitória, um empate e duas derrotas. A gente não tem que ficar comparando adversários. É um time argentino, jogando Copa Libertadores, na Argentina. É muito difícil, para o Flamengo e qualquer time brasileiro que vai enfrentar um adversário argentino na sua casa é muito complicado”, disse o coerente e focado Ceni. 

Rogério confirmou o retorno de Gabigol para o duelo contra o Racing. O lateral Filipe Luís também poderá reforçar a equipe, no estádio Cilindro, em Avellaneda. A delegação rubro-negra viaja para a Argentina neste domingo. 

O duelo terá transmissão do FOX Sports, a partir das 21h15. A narração será de João Guilherme e os comentários de Zinho, Mauro Cézar e Carlos Eugênio Simon.

Flamengo amassa Coritiba com gols de Bruno Henrique, Arrascaeta e Renê, mas filho de Bebeto executa 'lei do ex' e diminui

Comentários

Ceni vence primeira no Flamengo e pede cautela com fase ruim do Racing: “É um time argentino, jogando Libertadores, na Argentina. É muito difícil”.

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão! Campeões estaduais, Grêmio e Palmeiras são os únicos que podem conquistar os três torneios!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Invictos e em evolução! Grêmio e Palmeiras são os únicos clubes que podem faturar os três títulos mais importantes da temporada: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Libertadores. 

Não irei analisar apenas a qualidade técnica, força do elenco e tradição das equipes. Até porque, só os dois times chegaram à semifinal da Copa do Brasil, estão nas oitavas de final da Libertadores e disputam o Brasileirão. 

Mas pergunto: Qual deles têm mais chances de faturar a tríplice Coroa? 

A Copa do Brasil é o caminho mais curto. Apenas quatro jogos para levantar a taça e ganhar uma fortuna. Somadas todas as fases, o campeão levará R$ 72,8 milhões em premiações. Só na final, o vitorioso assegurará R$ 54 milhões. Um bom dinheiro para um ano em que a pandemia do coronavírus deu um prejuízo sem precedentes para os clubes. 

Renato Gaúcho nunca conquistou o titulo do Brasileirão
Renato Gaúcho nunca conquistou o titulo do Brasileirão Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Campeões estaduais de 2020, Grêmio e Palmeiras podem se encontrar na final. Na teoria, o adversário do tricolor gaúcho, cinco vezes campeão da Copa do Brasil, é mais difícil. O São Paulo, em franca ascensão, e que busca o título inédito na competição. 

Assim como o Grêmio, o tricolor paulista está invicto na temporada e chega com moral depois de eliminar o poderoso Flamengo. O time de Renato Gaúcho soma oito vitórias consecutivas. O São Paulo não perde há 12 jogos. 

O Palmeiras, três vezes campeão, e há nove jogos sem perder, enfrentará o América-MG, do técnico Lisca Doido. O time mineiro eliminou o Inter, e assim como o São Paulo, busca o título inédito. Jogo perigoso para o Palmeiras, mas se estiver com o elenco completo passará pelo Coelho. 

Os dois duelos da Copa do Brasil serão disputados nos dias 23 e 30 de dezembro e até lá muita coisa pode acontecer.

Na Libertadores, Palmeiras e Grêmio iniciam nesta semana a fase de mata-mata da competição sul-americana. No duelo de ida das oitavas de final, as duas equipes brasileiras terão adversários sem tradição na competição mais importante da América do Sul. 

Com apenas um título e melhor campanha na fase de grupos, o Verdão visitará a surpresa e zebra Delfin, no Equador, na quarta-feira (25). O time brasileiro enfrenta um surto de Covid-19 com 18 jogadores infectados e alguns desfalques importantes. O Palmeiras precisará entrar ligado para fazer um bom resultado e resolver em casa. 

Tudo que o Palmeiras perde com o desfalque de Raphael Veiga, que disparou a fazer gols após saída de Luxemburgo


No dia seguinte, o tricampeão Grêmio enfrentará o Guaraní, no estádio Defensores Del Chaco, em Assunção. O time paraguaio fez boa campanha e passou em segundo lugar no grupo do líder Palmeiras com três pontos atrás (16 a 13). Em seis jogos, quatro vitórias, uma a menos do que o time brasileiro. Alerta máximo para o time de Renato Gaúcho. 

Grêmio e Palmeiras têm time e tradição para buscar o título da Libertadores. Para levantar a taça, serão oito jogos. 

A Conmebol pagará ao campeão um prêmio total de US$ 22,5 milhões (R$ 121,5 milhões na cotação atual). Somente a final terá o montante de US$ 15 milhões (R$ 80,7 milhões). 

No Brasileirão, a premiação não será generosa comparada aos outros torneios. Apenas R$ 31,7 milhões ao campeão. 

Com a boa fase, Grêmio e Palmeiras entraram na briga pelo título e pelo prêmio. As equipes atravessam bom momento no campeonato e subiram na tabela de classificação. 

O Verdão venceu os quatro últimos jogos e ocupa a quinta posição com 34 pontos, apenas quatro do líder Atlético-MG. Só que o Palmeiras tem um jogo a menos (21 a 20). 

O Grêmio, também com um jogo a menos, é o sétimo colocado com 31 pontos. Assim como o Palmeiras, o tricolor gaúcho venceu as quatro últimas partidas. 

'Esfacelado', Palmeiras tenta manter série invicta diante do Goiás; Edu de Meneses traz as informações


Neste sábado (21), pela 22ª rodada do Brasileirão, o Verdão enfrentará o Goiás, pior time do campeonato, na casa do adversário. No 1° turno, na 3ª rodada, as duas equipes empataram em 1 a 1, no Allianz Parque, em São Paulo. Aposto na vitória do Palmeiras por 3 a 1. 

O Grêmio também jogará fora de casa, neste domingo (22), contra o irregular Corinthians, na Neo Química Arena. No 1º turno, em jogo válido pela 3ª rodada, empate em 0 a 0, em Porto Alegre. Aposto no triunfo do Grêmio por 2 a 1. 

Três títulos em jogo: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Libertadores. Se fosse para apostar, em qual clube você votaria para faturar os três títulos e conquistar a simbólica tríplice Coroa: Palmeiras ou Grêmio? 

Só os dois podem conquistar essa façanha. Ela é possível, mas se vai acontecer, só saberemos nos próximos meses! 

Comentários

Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão! Campeões estaduais, Grêmio e Palmeiras são os únicos que podem conquistar os três torneios!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Renato Gaúcho x Fernando Diniz: técnicos mais longevos da Série A duelam na semifinal da Copa do Brasil!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O gaúcho Renato Portaluppi está há quatro anos e dois meses no comando do Grêmio. O mineiro Fernando Diniz há um ano e um mês no São Paulo

Um é considerado medalhão com 20 anos de experiência. O outro busca há 11 anos um lugar entre os melhores treinadores do país. 

Renato coleciona vários títulos no tricolor gaúcho. Diniz busca o seu primeiro no tricolor paulista. 

Ambos foram jogadores, gostam de colocar o time no ataque e apostam em jovens talentos mesclando com atletas experientes. 

O duelo entre os técnicos tricolores será um capítulo à parte na decisão da Copa do Brasil. Os jogos serão disputados nos dias 23 e 30 de dezembro. O mando ainda será sorteado pela CBF. 

Renato e Diniz serão destaques no duelo da semifinal entre Grêmio e São Paulo
Renato e Diniz serão destaques no duelo da semifinal entre Grêmio e São Paulo []

Renato Gaúcho esteve em 10 semifinais da competição por três times diferentes: Fluminense, Vasco e Grêmio. Ele conquistou dois títulos: Flu (2007) e Grêmio (2016). 

Essa será a primeira vez de Fernando Diniz nessa fase da competição. Tanto o Grêmio, quanto o São Paulo, tiveram um ano difícil e corrigiram o rumo nos últimos meses. As duas equipes podem ser consideradas favoritas ao título da Copa do Brasil. 

O Grêmio se classificou ao bater o Cuiabá nos dois duelos: 2 a 1, fora de casa, e 2 a 0, em casa.
 
O triunfo desta quarta-feira (28), com dois gols do veterano Diego Souza, o 18° dele na temporada, quatro deles nas três últimas partidas, deu a oitava vitória consecutiva ao time de Renato Gaúcho em 2020.

Rodrigo Bueno diz que Grêmio é favorito diante do São Paulo na Copa do Brasil e dispara: 'Muito cedo para falar em título'



O Grêmio tem mais tradição na competição com cinco títulos, o segundo clube com mais taças, só fica atrás do Cruzeiro com seis. 

Essa é a 15ª vez que o time gaúcho chega a uma semifinal, a segunda consecutiva. O Grêmio é o clube com mais jogos na Copa do Brasil: 187. Outro recorde: igualou o Flamengo em número de vitórias: 106. 

Com 120 jogos, o São Paulo nunca levantou a taça e chega pela quinta vez na semifinal. O tricolor paulista disputou apenas uma final e perdeu para o Cruzeiro em 2000: 0 a 0, na ida, no Morumbi, e 2 a 1, no Mineirão. 

O time do Morumbi chega embalado com três vitórias contra o poderoso Flamengo no mês de novembro. Uma no Brasileirão (4 a 1) e duas na Copa do Brasil (2 a 1) e (3 a 0). Nove gols marcados e apenas dois sofridos. No placar agregado da Copa do Brasil: 5 a 1. Uma goleada. 

Nesta quarta-feira, em noite de gala, no Morumbi, bateu o campeão brasileiro e da Libertadores por 3 a 0. Dois de Luciano e um de Pablo. Ambos somam 11 gols na temporada. 

Brenner é o artilheiro com 17. Ele foi o autor dos dois gols no jogo de ida contra o Flamengo por 2 a 1, no Maracanã. 

O trio soma 39 gols em 2020 e o tricolor paulista não sabe o que é perder há 12 jogos na temporada. 

Na Lata! Comentaristas do Linha de Passe apontam seus favoritos ao título da Copa do Brasil



Nas últimas dez edições da Copa do Brasil, o Grêmio é o time que mais vezes alcançou à semifinal em seis oportunidades. O São Paulo esteve em três. 

Na história da competição, as duas equipes se enfrentaram em quatro mata-matas. O placar está empatado: 2 a 2. 

Em 1990, o São Paulo eliminou o Grêmio nas oitavas de final. O time gaúcho deu o troco cinco anos depois nas quartas. Outra vez, em 1998, o tricolor paulista bateu o Grêmio nas oitavas. E em 2001, o tricolor gaúcho tirou o paulista nas quartas. 

No retrospecto geral de mata-matas, incluindo outras competições, o São Paulo leva vantagem sobre o Grêmio: 6 a 4.

Detalhe: o Grêmio não perde do São Paulo há nove jogos, desde 2015.

Além do duelo particular dos técnicos mais longevos no comando de um time da Série A, estarão em campo Pepê, Jean Pyerre, Darlan, Gabriel Sara, Luan, Brenner, jogadores talentosos da nova geração. 

Renato e Diniz têm algo em comum: o time nas mãos. Eles sabem como valorizar os seus jogadores dentro e fora de campo. 

Talvez seja por isso que os treinadores estejam tanto tempo em uma função que costuma ter validade de no máximo três meses no país do futebol. 

Em qual técnico você aposta e qual tricolor é o melhor? 

Comentários

Renato Gaúcho x Fernando Diniz: técnicos mais longevos da Série A duelam na semifinal da Copa do Brasil!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Goleadores do Tricolor! Quando o Brenner não faz, o Luciano entra em ação! E ainda tem o Pablo!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O São Paulo tem uma trio de atacantes matador: Luciano, Brenner e Pablo. 

Os três detonaram o Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil. Resultado: o tricolor está na semifinal. 

No duelo de ida, Brenner fez os dois da vitória por 2 a 1, no Maracanã. 

No Morumbi, nesta quarta-feira (18), foi a vez de Luciano fazer dois gols no triunfo por 3 a 0.

O terceiro dele na Copa do Brasil. Pablo, substituto de Luciano, fechou o placar.  

Luciano autor de dois gols na vitória contra o Flamengo por 3 a 0
Luciano autor de dois gols na vitória contra o Flamengo por 3 a 0 Miguel Schincariol / saopaulofc.net

O São Paulo chegou aos 80 gols na temporada. O trio soma 39 bolas nas redes. Brenner com 17,  Luciano e Pablo com 11 cada. 

Mas como à noite foi de Luciano, vale mais registros do atacante que chegou no São Paulo em uma troca por Éverton com o Grêmio. 

Em 21 jogos, atuou em 19 como titular e participou diretamente de 16 gols com cinco assistências. 

Além dos dois gols desta quarta-feira, Luciano já havia marcado duas vezes no último sábado, garantindo a vitória do São Paulo sobre o Fortaleza por 3 a 2no Campeonato Brasileiro.

Decisivo, Luciano é o cara que mais “briga” com o técnico Fernando Diniz. 

Uma relação intensa, mas que talvez seja o motor para o atacante ser essa máquina de fazer gols. 

Com dois de Luciano, São Paulo 'sobra', vence Flamengo e vai à semifinal da Copa do Brasil

Com o trio Luciano, Brenner e Pablo jogando por música, o São Paulo tem o passaporte para buscar o título inédito da competição. 

O adversário será o Grêmio, o segundo clube com mais taças da Copa do Brasil: cinco.

Um duelo de gigantes tricolores!

Comentários

Goleadores do Tricolor! Quando o Brenner não faz, o Luciano entra em ação! E ainda tem o Pablo!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

É Raphael Veiga e mais 10 no Palmeiras!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Independentemente do empate contra o Ceará em 2 a 2, nesta quarta-feira (18), o Palmeiras já havia conquistado a classificação em São Paulo na vitória por 3 a 0.

E um personagem foi importante para o Verdão avançar à semifinal da Copa do Brasil nos dois jogos: Raphael Veiga.

Mais uma vez o meia brilhou e marcou os dois gols do Palmeiras. Veiga balançou as redes três vezes nos dois duelos das quartas de final e oito nas últimas 10 partidas.

Raphael Veiga, de 25 anos, passa pelo seu melhor momento desde que chegou ao Verdão e chegou aos 20 gols pelo clube.

Raphael Veiga comemora o golaço de letra contra o Ceará
Raphael Veiga comemora o golaço de letra contra o Ceará Cesar Greco

Nos 57 minutos que ficou em campo contra o Ceará, Veiga foi responsável por lances decisivos.

Sofreu o pênalti que ele mesmo converteu e fez um golaço, de letra. Ambos no primeiro tempo.

Veiga é o carrasco do Ceará em 2020. O meia anotou quatro gols contra o clube cearense.

A cada jogo, o meia ganha espaço no Palmeiras e vira peça fundamental no time titular.

Enquanto vários técnicos buscavam um articulador para ligar o meio-campo com o ataque no Palmeiras, a solução sempre esteve no banco.

Andrey Lopes, o Cebola, manteve ele no time, e Abel Ferreira foi inteligente em manter o meia.

Faltava só um pouco mais de vontade e percepção.

E olha que por muito pouco Raphael Veiga não foi embora do Palmeiras.

Auxiliar de Abel Ferreira, Castanheira dedica classificação a desfalques do Palmeiras








Comentários

É Raphael Veiga e mais 10 no Palmeiras!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Diego Souza virou um menino feliz e goleador no competitivo Grêmio de Renato Gaúcho

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Diego Souza nem parece um veterano com os seus 35 anos de idade. 

O meia-atacante que rodou por 10 clubes brasileiros, e está no Grêmio pela segunda vez, tem sido o diferencial do tricolor gaúcho. 

Na vitória por 2 a 0 sobre o Cuiabá, nesta quarta-feira (18), Diego Souza foi o autor dos dois gols da classificação do Grêmio à semifinal da Copa do Brasil. 

Vibrante e feliz, ele comemorou os gols como um menino em sua partida de número 63 na Copa do Brasil. Diego se desdobrou em campo no ataque e no meio para ajudar na marcação. 

Artilheiro Diego Souza comemora segundo gol na classificação do Grêmio
Artilheiro Diego Souza comemora segundo gol na classificação do Grêmio Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Diego Souza chegou aos 18 gols em 35 partidas disputadas em 2020. Quatro deles nos últimos três jogos. O goleador máximo do Grêmio. No duelo de ida, na Arena Pantanal, ele havia marcado um dos gols na vitória por 2 a 1. Três bolas nas redes em dois jogos da Copa do Brasil.

Impressionante como Renato Gaúcho consegue tirar o máximo de jogadores que para alguns não estariam em um clube de ponta. 

Ao lado de garotos como Jean Pyerre e Pepê, Diego Souza rejuvenesceu e vive um bom momento. Nos dois gols da classificação, Pepê deu os passes decisivos para o veterano. 

Diego Souza faz 2 gols, Grêmio supera Cuiabá novamente e vai à semifinal da Copa do Brasil



Foi a oitava vitória seguida do Grêmio de Renato Gaúcho na temporada. Para quem não acreditava nesse time, muita atenção. 

O copeiro tricolor é o segundo clube com mais títulos da Copa do Brasil: cinco taças. E agora, soma 25 semifinais em sua história, a segunda consecutiva. 

Quer mais? O Grêmio é o recordista de jogos na competição com 187 partidas. E o segundo com mais vitórias, só perde para o Flamengo (105 a 106). 

O imortal segue vivo e vai em busca de mais um título!

Renato diz que sabe como trabalhar com as revelações do Grêmio e ironiza: 'Se eu ficar respondendo, vou ensinar outros a trabalhar'

Comentários

Diego Souza virou um menino feliz e goleador no competitivo Grêmio de Renato Gaúcho

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Toda unanimidade é burra! Até com o Flamengo?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Qual será a reação da torcida caso o Flamengo seja eliminado pelo São Paulo na Copa do Brasil no terceiro jogo sob o comando de Rogério Ceni?

O técnico era unanimidade para assumir o rubro-negro após a demissão do treinador catalão Domènec Torrent.

Ceni fez o certo! Qual técnico não aceitaria dirigir o time considerado unanimidade como o melhor do Brasil e da América do Sul?

Além da coragem em aceitar o cargo, dois dias antes de uma decisão importante, Ceni acredita no sucesso do seu trabalho e no potencial do elenco do time carioca.

Mas em dois jogos como treinador, os resultados não foram positivos: derrota para o São Paulo por 2 a 1 e empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, ambos no Maracanã.

Rogério Ceni comanda último treino antes da decisão contra o São Paulo
Rogério Ceni comanda último treino antes da decisão contra o São Paulo Alexandre Vidal / Flamengo

Penso que a unanimidade não seja algo negativo, mas ela é, sem dúvida, algo perigoso.

E o Flamengo corre perigo na noite desta quarta-feira (18) contra o São Paulo, no Morumbi, no duelo de volta das quartas de final.

O campeão brasileiro e da Libertadores terá que provar em campo que é o melhor time.

O São Paulo defende a vantagem do empate. O Flamengo precisará vencer por dois gols de diferença para avançar. 

Em caso de vitória rubro-negra pela vantagem mínima, 1 a 0, a decisão será nos pênaltis. O gol fora de casa não é critério de desempate na Copa do Brasil.

Ceni diz como sucesso como jogador o ajuda agora e deseja Copa do Brasil: 'Título que falta'

A famosa frase do saudoso escritor e jornalista Nelson Rodrigues "toda unanimidade é burra" também corre perigo.

Se o Flamengo brilhar,  o peso de melhor time voltará com força e alguns ainda vão dizer: "Não fez mais que a obrigação!"

Se perder, será a prova de que concordar com uma única opinião no futebol, é um risco no esporte onde tudo pode acontecer!

Comentários

Toda unanimidade é burra! Até com o Flamengo?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Números de Tite no comando da seleção brasileira são impressionantes!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Tite não é o grande estrategista que todos sonham no comando da seleção, mas sabe como ninguém administrar resultados e comandar com tranquilidade o Brasil nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Catar 2022.

Nem sempre foi tão fácil se classificar para uma Copa do Mundo. Foi assim quando chegamos no Mundial de 1970 no México para conquistar o tri e em 1994 para levantar a taça do Tetra. 

Com a quarta vitória seguida em quatro jogos nas eliminatórias, com 12 gols marcados e apenas dois sofridos, Tite segue colecionando números impressionantes! 

A vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai, nesta terça-feira (17), em pleno estádio Centenário, em Montevidéu, com gols de Arthur e Richarlison, manteve o Brasil na liderança isolada com 12 pontos e 100% de aproveitamento. 

Tite explica posicionamento de Éverton Ribeiro na seleção onde se sente ‘à vontade’ atuando no Flamengo


Manteve também o tabu contra os uruguaios: 19 anos de invencibilidade. Tite venceu os três últimos jogos contra a seleção do Uruguai. 

O último triunfo uruguaio aconteceu em 1º de julho de 2001, 1 a 0, em Montevidéu, gol de Magallanes em cobrança de pênalti.

Desde então, a seleção brasileira conquistou seis vitórias e empatou cinco vezes em 11 jogos disputados. 

Nos últimos três confrontos em Montevidéu, a seleção brasileira triunfou na casa dos uruguaios e com duas goleadas: 4 a 0 (2009), 4 a 1 (2017) e 2 a 0 (2020). 

Tite superou a campanha nas eliminatórias para a Copa de 2018 na Rússia nos quatro primeiros jogos: duas vitórias, um empate e uma derrota. Desde 2002, ele tem o melhor início comparado aos treinadores anteriores: Dunga e Parreira. 

Tite tem também o melhor aproveitamento entre os técnicos nas eliminatórias da América do Sul de 1998 a 2020. Com 91,7% em 17 jogos, ele supera Marcelo Bielsa, da Argentina (69,5% em 35 jogos), Alejandro Sabella também da seleção argentina (66,7% em 16 jogos), Jorge Sampaoli com as seleções da Argentina e Chile (64,4% em 15 jogos), o brasileiro Parreira (63% com 18 jogos), Dunga (63% com 18 Jogos) e G. Martino com a Argentina (61,1% em 24 jogos). 

Jogadores comemoram gol na vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai
Jogadores comemoram gol na vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai Lucas Figueiredo

Com a vitória sobre o Uruguai, Tite alcançou Carlos Alberto Parreira com o maior número de vitórias em eliminatórias: 14. A diferença é que Parreira precisou de 26 jogos e Tite de apenas 16. Dunga é o terceiro com 11 vitórias em 24 partidas. 

Tite nunca sofreu uma derrota em eliminatórias entre 2016 e 2020. Além das 14 vitórias, empatou dois jogos. De 48 pontos possíveis, somou 44. Foram 42 gols marcados e apenas cinco sofridos. Um aproveitamento espetacular de 91,7%. 

No retrospecto geral de jogos oficiais, o aproveitamento de Tite é de 84% de aproveitamento. Em 27 jogos, 21 vitórias, cinco empates e apenas uma derrota para a Bélgica por 2 a 1 na Copa de 2018 na Rússia. A seleção fez 63 gols e levou apenas nove. 

Quando somados todos os jogos da seleção brasileira, no mesmo período entre 2016 e 2020, contando também as apresentações caça-níqueis da CBF, o aproveitamento cai para 79,5%. 

Em 52 partidas, 38 vitórias, 10 empates, quatro derrotas, 112 gols marcados e 19 sofridos. 

Tite analisa ‘processos’ defensivos e ofensivos da seleção brasileira: ‘Equilíbrio’


Tite fecha o ano de 2020 em grande estilo com a seleção brasileira. Sem Neymar, o seu camisa 10 e maior artilheiro com 17 gols, contundido e fora dos dois últimos confrontos, o Brasil não encantou, mas atingiu os objetivos. 

O próximo compromisso da Seleção Brasileira pelas eliminatórias será em março do ano que vem, contra Colômbia, fora de casa, e Argentina, no Brasil.

A previsão para 2020 era de que a seleção disputasse oito jogos pelas eliminatórias, mas com a pandemia do coronavírus a agenda mudou.

Em 2021, além das eliminatórias, a seleção disputará a Copa América, com sede na Argentina e Colômbia.

Agora é torcer para que 2021 seja um ano normal como declarou o técnico Tite após a vitória sobre o Uruguai.

"Que daqui a quatro meses a gente tenha vacina, para ter um espetáculo melhor e para que o público possa comparecer com segurança", disse o treinador da Seleção Brasileira.

Jogos da seleção brasileira em 2020:

Brasil 5 x 0 Bolívia - Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022

Brasil 4 x 2 Peru - Estádio Nacional, Lima (PER)
Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022

Brasil 1 x 0 Venezuela - Morumbi, São Paulo (SP)
Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022

Brasil 2 x 0 Uruguai - Estádio Centenário, Montevidéu (URU)
Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022

Comentários

Números de Tite no comando da seleção brasileira são impressionantes!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Ceará x Palmeiras: Verdão busca classificação na Copa do Brasil e recordes! Veja números, desfalques e alertas!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Invicto na Copa do Brasil e com oito vitórias seguidas na temporada, o Palmeiras visita o Ceará, em Fortaleza, em busca da classificação na Copa do Brasil. 

Dos quatro duelos das quartas de final, o do campeão paulista parece ser o mais tranquilo, mas essa competição costuma ser traiçoeira e qualquer vacilo poderá ser fatal. 

Menosprezar o Ceará na casa do adversário e achar que o jogo está ganho será um perigo. 

Sem contar que com 15 desfalques devido a Covid-19, mais três se recuperando de cirurgia e o atacante Breno fora, por já ter atuado por outra equipe na competição, as opções do técnico português Abel Ferreira diminuíram. 

Do time titular que venceu o Ceará, na semana passada, quatro estão com Covid-19 (Jaílson, Gustavo Scarpa, Danilo e Gabriel Veron). 

Raphael Veiga autor de um dos gols da vitória contra o Ceará por 3 a 0
Raphael Veiga autor de um dos gols da vitória contra o Ceará por 3 a 0 Cesar Greco

Além de Jaílson, o reserva imediato Vinicius também está infectado. Como o goleiro Weverton não atuou pela seleção brasileira, mesmo com uma viagem cansativa de retorno do Uruguai, ele poderá ser novidade no time.

Apesar desses problemas, basta o time alviverde não ser derrotado por mais de três gols para avançar à semifinal. 

Na ida, em São Paulo, o Palmeiras venceu por 3 a 0. O mesmo placar leva a decisão para os pênaltis. 

O Verdão está com 100% de aproveitamento na Copa do Brasil. Três vitórias, em três jogos, com sete gols marcados e apenas um sofrido. 

Caso vença o Ceará, o time verde chegará a nove triunfos seguidos na temporada e alcançará pela primeira vez esse número desde 2019. O recorde no ano passado foi de 10 vitórias entre maio e junho. 

O Palmeiras também poderá atingir a marca de 300 gols na Copa do Brasil. A equipe soma 299 bolas nas redes em 157 jogos no torneio. 

Com três títulos da Copa do Brasil, o Palmeiras tem um retrospecto favorável como visitante na competição. Em 82 jogos, foram 37 vitórias, 22 empates, 23 derrotas, 126 gols feitos e 92 sofridos.

No histórico de confrontos na Copa do Brasil contra o Ceará, iniciado em 1994, o Palmeiras leva ampla vantagem. O Verdão venceu quatro vezes e empatou outras três.

Agora é ver se o Palmeiras conseguirá colocar em prática dentro de campo todo esse favoritismo e avançar pela quinta vez a uma semifinal (1992, 1997, 1999 e 2018).

Palmeiras: 'Na primeira entrevista, Abel Ferreira conseguiu transformar o ambiente do vestiário', afirma Zé Elias


Além das 19 ausências, entre desfalques e surto de Covid-19, o técnico Abel Ferreira terá de cumprir suspensão. Ele foi expulso no jogo de ida em São Paulo.

Com as poucas informações que chegam e a falta de acesso aos treinos, aposto na provável escalação: Weverton; Marcos Rocha, Emerson Santos, Renan, Mayke/Lucas Esteves; Patrick de Paula, Zé Rafael/Ramires e Raphael Veiga; Lucas Lima; Willian e Luiz Adriano. Técnico: Vitor Castanheira (auxiliar)

19 Desfalques
15 fora por Covid-19: (Gabriel Menino, Luan, Viña, Alan Empereur, Danilo, Gabriel Silva, Rony, Veron, Jailson, Vinicius, Kuscevic, Gustavo Scarpa, Quiñonez, Pedro Acácio e Marino)
3 lesionados: (Felipe Melo, Wesley e Luan Silva)
Breno Lopes - já atuou na Copa do Brasil pelo Juventude

Comentários

Ceará x Palmeiras: Verdão busca classificação na Copa do Brasil e recordes! Veja números, desfalques e alertas!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Acredite, o São Paulo nunca conquistou a Copa do Brasil! Será dessa vez?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Como pode um clube do tamanho do São Paulo nunca ter conquistado a Copa do Brasil?

Pois é, o tricolor paulista teve apenas uma chance na decisão de 2000 contra o Cruzeiro. 

O time azul, maior campeão da Copa do Brasil com seis títulos, levou a melhor na decisão.

No duelo de ida, no dia 5 de julho, empate em 0 a 0, no Morumbi.

A decisão ficou para o Mineirão. No dia 9 de julho, a Raposa venceu o Tricolor, de virada, naquele que é considerado um dos jogos mais emocionantes da Copa do Brasil.

Os gols saíram no segundo tempo. Aos 20 minutos, Marcelinho Paraíba abriu o placar. 14 minutos depois, o atacante Fábio Júnior empatou. O Cruzeiro conquistou o terceiro título na cobrança de falta de Geovanni, aos 44 minutos. Ele acertou um chute rasteiro e passou pela barreira.

Era o terceiro título do time azul na Copa do Brasil. O Cruzeiro já havia erguido as taças de 1993 e 1996. Nos anos 2000, o clube mineiro se tornaria o maior campeão do torneio, alcançando seis troféus, com os triunfos em 2003, 2017 e 2018.

Além de 2000, o São Paulo chegou três vezes à semifinal da competição: 2002, 2012 e 2015.

Brenner foi o autor dos gols da vitória do São Paulo sobre o Flamengo: 2 a 1
Brenner foi o autor dos gols da vitória do São Paulo sobre o Flamengo: 2 a 1 Miguel Schincariol / saopaulofc.net

Nesta quarta-feira (18), o clube do Morumbi terá a quinta oportunidade de avançar para essa fase e tentar buscar o título inédito.

Para isso, terá que eliminar o Flamengo. No duelo de ida das quartas de final, na semana passada, o Tricolor bateu o Rubro-negro por 2 a 1, no Maracanã, e agora precisará de um empate.

Já o Flamengo terá que vencer por dois gols de diferença para avançar. Em caso de vitória do time carioca pela vantagem mínima, a decisão será nos pênaltis. O gol fora de casa não é critério de desempate na Copa do Brasil.

Se o São Paulo não tem tradição e nunca venceu a Copa do Brasil, o Flamengo coleciona títulos e experiência de sobra: três títulos (1990, 2006 e 2013), quatro vices (1997, 2003, 2004 e 2017) e seis semifinais (1989, 1993, 1995, 1996, 2014 e 2018).

Mas é aquela velha história, no futebol tudo é possível e sempre tem a primeira vez. 

Nesse momento, o São Paulo vive um melhor momento e jogando em casa é o favorito. 

Aposto em um empate: 2 a 2!

André Kfouri aposta em 'tentativa de risco' de Rogério Ceni na escalação do Flamengo para enfrentar o São Paulo

Comentários

Acredite, o São Paulo nunca conquistou a Copa do Brasil! Será dessa vez?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

mais postsLoading